Blog Renato Geraldo Mendes

Junte-se aos nossos leitores. Cadastre-se e receba atualizações:

Como explicado nos episódios anteriores, a norma que o legislador cria precisa ser transformada em texto, deixando de ser norma para ser dado. O intérprete, por sua vez, ao se deparar com o enunciado (dado), também cria norma.

Mas como será que esse processo se desenvolve? Descubra a resposta para esta pergunta no episódio de hoje da série: A interpretação jurídica!

Acesse a playlist e acompanhe a série!

Deixe o seu Comentário !