Blog Renato Geraldo Mendes

Junte-se aos nossos leitores. Cadastre-se e receba atualizações:

Dimensões qualitativas e quantitativas do objeto

O objeto que representa o núcleo do encargo sempre apresenta uma dimensão qualitativa e uma quantitativa. O aspecto qualitativo do objeto expressa suas características e especificações técnicas e informa a própria natureza, funcionalidade e aptidão. O aspecto quantitativo revela uma ideia de grandeza, tamanho e dimensão. Todo objeto reúne essas duas dimensões. Mesmo inerentes ao objeto, os aspectos qualitativos e quantitativos têm seu fundamento de validade na própria necessidade da Administração, pois é com base nela que se define e se dimensiona a solução/objeto.

Portanto, a descrição do objeto não é atividade que se justifique à luz da pura escolha subjetiva do agente; não é o agente que define, de acordo com suas convicções ou preferências pessoais, o que deve ou não constar da descrição do objeto. O que condiciona a descrição do objeto é a necessidade, e não outro fator. Portanto, falar em necessidade é reconhecer uma condição objetiva pertencente ao mundo dos fatos, isto é, trata-se de algo que decorre da própria realidade. Para produzir a melhor descrição do objeto, é preciso ter um olho na necessidade e outro no mercado fornecedor.

Deixe o seu Comentário !